11 pessoas são presas em operação contra o estelionato

10 pessoas são presas em operação contra o estelionato

A Polícia Civil de Sorocaba, por meio da Divisão Especializada de Investigações Criminais (DEIC), deflagrou na manhã desta sexta-feira (12) a operação denominada “Artificium”, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa de estelionatos e lavagem de dinheiro.

Foram cumpridos 12 mandados de prisão temporária e 20 mandados de busca e apreensão nos municípios da capital, Barueri e Bragança Paulista. Até o início da tarde, 10 pessoas tinham sido presas.

O trabalho de investigação teve início após alguns casos relacionados com o denominado “golpe do motoboy”, o qual consiste no recebimento de ligação telefônica de pessoa que se passa por colaboradora de instituição bancária informando que o cartão da vítima, em regra pessoa idosa, foi clonado, consequentemente gerando nervosismo. Em seguida, o agente criminoso informa que um colaborador irá até casa da pessoa para retirar o cartão, a fim de que seja realizado o bloqueio e evitar que ela sofra prejuízo econômico; no entanto, com o cartão nas mãos, criminosos realizam os saques possíveis, bem como simulam compras por meio de pagamento com o referido cartão, passando em maquininhas de supostos lojistas.

Após meses de investigação, a DEIC de Sorocaba conseguiu identificar os agentes de todos os núcleos da organização criminosa, dentre eles o motoboy, os supostos comerciantes que autorizam a utilização de máquinas de cartão, a central telefônica que realiza os contatos e as pessoas que lavam o dinheiro obtido de origem espúria.

Foi verificado que a organização criminosa movimentou milhões de reais em diversas operações realizadas com a finalidade de dissimular os valores.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!