entrevistado

Comportamento canino na pandemia

Por conta da pandemia do Coronavírus, a rotina dos animais domésticos mudou radicalmente. Com isso cachorros estão mais agitados, latindo muito mais. Fábio Bueno, que é especialista em comportamento canino, deu dicas no quadro pet sobre como evitar este problema.

O especialista orientou os tutores a deixar o ambiente onde o animalzinho fica um maior tempo sozinho mais atrativo, com brinquedos ou jogos educativos de caça comida. Isso pode ser feito deixando um pouco de alimento em vários pontos do lugar onde fica o pet.

Quando o tutor sair de casa pode entregar um petisco ou um osso para o animal associar a saída dele com algo que lhe traga satisfação. Em relação aos latidos indesejáveis Fábio orientou tentar descobrir a razão deste comportamento.

Por exemplo quando o cachorro está uivando como um lobo pode ser que ele esteja triste, sentindo a falta do dono. Nestes casos pode ser feita uma mudança no ambiente, programas uma atividades física ou de lazer antes de sair de casa e até deixar uma peça de roupa do tutor junto ao local onde o pet dorme para que ele possa sentir o cheiro do dono.

O importante é sempre observar o comportamento do animal para evitar que ele fique sem se alimentar e possa evoluir um quadro depressivo.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!