DIG de Jundiaí fecha fábrica de drogas sintéticas

As investigações começaram em outubro do ano passado depois de uma denúncia anônima. Ontem à tarde, os policiais cumpriram mandados de buscas e apreensão e prisão em dois endereços da cidade. Em um galpão que fica na avenida da uva, estavam equipamentos usados na fabricação da droga sintética. Já em um apartamento que fica na avenida 14 de dezembro, uma das principais da cidade, os policiais encontraram 11 quilos da matéria prima usada na produção de ecstasy, além de outros produtos químicos usados no preparado e um tijolo de maconha.

Tudo o que foi apreendido esta avaliado em mais de um milhão de reais. 4 homens foram presos no apartamento. 3 deles são mexicanos. A suspeita da polícia é de que a droga era vendida em cidades da região e até fora do país. As investigações continuam. Os suspeitos vão responder pelos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!