esdras

Empresa que administra UPH da Zona Oeste reclama de falta de repasse

A empresa responsável pela administração da Unidade Pré-hospitalar (UPH) Zona Oeste de Sorocaba, enviou ofício à prefeitura nesta segunda (31), chamando a atenção para algumas irregularidades na unidade.

A administração alega que faltam repasses da prefeitura desde 16 de março, o que tira a possibilidade de receber mais pacientes para internação.

O instituto cita a falta de kit intubação (anestésicos e sedativos) e materiais hospitalares básicos.

A terceirizada também aponta não haver condições compromissos já feitos, como por exemplo:

  • materiais comprados desde 16 de março;
  • folhas de pagamento de funcionários de diferentes categorias, correspondentes a vários meses diferentes

Atualmente, oito pacientes estão internados na UPH, mas aguardam transferência por causa dessas condições adversas.

Por nota, a prefeitura informou que não houve atraso. “O contrato da UPH da Zona Oeste venceu no dia 9 de abril e o Instituto Diretrizes não apresentou a documentação necessária para renovação. Diante disso, o prestador receberá o pagamento pelos serviços efetivamente prestados por meio de indenização, que precisa ter parecer jurídico de aprovação e o mesmo deverá apresentar documentos obrigatórios por lei.

Nos próximos dias, já será publicado um chamamento emergencial para contratação de instituição para gerir a UPH Zona Oeste, sem prejuízo algum à assistência da população. Os pacientes que aguardam vaga CROSS continuam sendo integralmente assistidos na unidade.”

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!