estoque de corneas

Estoque de córneas é o mais baixo em 40 anos

O estoque de córneas do Banco de Olhos de Sorocaba é o mais baixo em 40 anos. Resultado: até transplantes de urgência podem ser cancelados no BOS.

A geladeira, que no começo do ano estava lotada de tecidos de córneas, hoje está vazia e conta com apenas 4 exemplares a disposição. Existe o risco de faltar córnea para transplante de urgência inclusive.

O quadro alarmante é um reflexo das medidas governamentais que foram adotadas em todo país durante a pandemia. Em São Paulo, o Governo restringiu os protocolos para captação de órgãos e tecidos, o que fez com que as doações caíssem para apenas 2% no hospital, considerado referência nacional.

Para que durem mais tempo, os poucos tecidos que ainda restam são conservados em glicerina. Só que o produto aumenta a chance do paciente passar por uma nova intervenção cirúrgica em pouco tempo.

O impacto já é sentido em todo o Estado de São Paulo.  A fila de espera por um transplante de córnea, que antes da pandemia era de no máximo 10 meses, agora já chega a quase 5 anos.

Um protocolo com medidas de segurança para retomada dos transplantes foi elaborado pelo hospital, mas a Secretaria Estadual de Saúde do Governo ainda não se manifestou sobre a liberação. Em meio ao impasse, o quadro de alguns pacientes se agrava.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!