dia-das-maes-coronavirus

Filhos ficam longe no domingo das mães.

O domingo das mães foi um pouco diferente em 2020. Por conta da pandemia, muitos filhos não puderam almoçar com as mães e dar um abraço.

A dona Elaine Avalos, por exemplo, fez a tradicional feijoada de dia das mães, mas, devido à quarentena, uma das filhas não estava presente. O jeito foi fazer uma vídeo chamada pra matar a saudade e participar desse momento tão especial.

Veja também: Cuidados com a boca ajudam na prevenção do covid-19.

Na casa da dona Nelly Carretero, também faltaram algumas pessoas que todos os anos estavam junto para celebrar a data. Mas ela usa a internet para matar a saudade, tudo pensado para garantir a segurança e fortalecer os laços entre os familiares.

Veja também: Sorocaba soma 25 mortes por coronavírus.

2 Comentários

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!