guardas presos

Guardas civis são presos por suspeita de tortura em Sorocaba

Quatro guardas civis foram presos, em Sorocaba, na manhã desta sexta-feira (5) suspeitos de torturar pessoas durante abordagens de rotina. A operação foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO), órgão do Ministério Público, com o apoio da Polícia Civil.

A investigação iniciou há 45 dias e contou com escutas telefônicas. Segundo o Gaeco, a origem foi a denúncia de uma das vítimas.

Os suspeitos foram ouvidos na sede do Gaeco, em Sorocaba. Uma coletiva de imprensa sobre o tema deve acontecer em breve, porém, ainda não há previsão.

A Prefeitura se pronunciou sobre o caso através de uma nota e informou que irá acompanhar e contribuir para o avanço das investigações.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Entre em contato!