socorro animais

Itapetininga cria lei para punir quem atropela um animal e não presta socorro

A Prefeitura de Itapetininga sancionou uma nova lei que pretende responsabilizar quem atropelar animais e não prestar socorro. O texto prevê multa de mil reais para quem não socorrer o animal atropelado. A multa será dobrada em caso de reincidência.

A lei também determina que até 50% do valor arrecadado com as multas poderá ser destinado para organizações protetoras de animais da cidade. Atualmente, essas ONGs fazem o resgate em casos de atropelamento e prestam socorro quando os animais são abandonados.

A proposta da lei é também gerar conscientização e inibir esse tipo de atitude, já que o atendimento rápido no momento de um atropelamento é fundamental para salvar a vida do animal. A população também pode colaborar registrando fotos, vídeos ou até anotar a placa de um veículo em que o motorista não prestar socorro.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!