motos-na-rua

Motoboys pedem valorização da categoria

A pandemia provocada pelo coronavírus fez aumentar a procura por serviços de entrega no início da pandemia. Com isso, também cresceu o número de motociclistas nas ruas.

Os profissionais, que se tornaram essenciais, principalmente nessa fase emergencial pedem mais valorização da categoria.

O sindicato que representa os motoboys diz que o número de entregadores aumentou cerca de 40%. Por outro lado a demanda, ou seja, a procura pelos serviços diminuiu nessa segunda onda da doença e estes profissionais estão tendo que passar mais tempo nas ruas e trabalham em condições que não são ideiais.

É o que afirma o representante do Sindimoto, Gledson Orlandi. Nós entramos em contato com as empresas que prestam esse tipo de serviço, mas não tivemos resposta.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!