jundiai-centro-fechado

Prefeitura de Jundiaí libera funcionamento de parte do comércio.

Em Jundiaí, a prefeitura liberou o funcionamento do comércio de primeira necessidade. As resoluções atendem parte das medidas emergenciais já reivindicadas pelo sindicato do comércio varejista de Jundiaí e região (Sincomercio) e Câmara de Dirigentes Lojistas de Jundiaí.

“A liberação gradual das atividades comerciais, desde que seguindo todas as recomendações sanitárias, é essencial para a sobrevivência dos empreendimentos, garantia de empregos e, consequentemente o desenvolvimento econômico da cidade”, observa Edison Maltoni, Presidente do Sincomercio e da CDL Jundiaí.

Com a obrigação de seguir as recomendações das autoridades de saúde no período de quarentena em prevenção ao novo coronavírus, as medidas autorizam o funcionamento de lojas de material de construção de Jundiaí, determinados estabelecimentos alimentícios (comércio de bolos, sorveterias, docerias, lojas de suplementos alimentares, de produtos naturais, de açaí, de produtos típicos regionais); pet shop com serviço de banho e óticas.

Vale ressaltar que os estabelecimentos alimentícios estão autorizados a funcionar sem preparo de produtos e alimentos para consumo no local, podendo comercializar somente através de aplicativos ou por telefone, para entregas em domicílio ou, ainda para retirada presencial pelo consumidor, período das 8h às 22h.

Prestadores de serviços, considerados de primeira necessidade para a população, também estão liberados para funcionamento a medida vale para lavanderias, oficinas mecânicas, assistência técnicas, serviços médicos e odontológicos.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!