esdras

Prefeitura de São Roque: indenização após morte de mulher atendida por falso médico

O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão da 2ª vara cível de São Roque, que já havia condenado o município e a Santa Casa a indenizarem a filha de uma mulher que morreu depois de ter sido atendida por um falso médico em junho de 2015.

A decisão foi publicada nesta semana. A prefeitura e a Santa Casa devem pagar R$200 mil para reparação por danos morais.

Consta no processo que a mulher morreu após diagnóstico de pneumonia e chegou a ficar internada 12 dias. Durante o período de internação, houve a descoberta de que o médico que a atendeu era falso. Ele usava o nome de um médico do hospital para atender pacientes no local.

A Prefeitura de São Roque informou que lamenta profundamente este fato triste e cita que a situação aconteceu na administração passada. Alega ainda que “esta administração não tem compromisso com o erro e suas variantes”.

O município não respondeu se vai recorrer da decisão. A Santa Casa também foi questionada, mas não retornou ao nosso contato.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!