Represa de Itupararanga está com 34% da capacidade

Represa de Itupararanga está com 34% da capacidade

O reservatório de Itupararanga opera com volume de 34,63% do volume útil do reservatório, considerado abaixo do normal para o período. Importante destacar que o reservatório está em volume de espera (aguardando o período de chuvas), iniciado no começo do mês de dezembro.

As operações estão direcionadas para garantir o abastecimento de água da região de Sorocaba e a vazão natural do rio Sorocaba.

A empresa responsável pelo reservatório tem ações para a chegada da estação mais chuvosa do ano na usina hidrelétrica (UHE) de Itupararanga. O Plano Verão 2021 contempla medidas para manter a segurança das operações de suas barragens.

Prática adotada há cinco anos, o plano visa mostrar as questões relacionadas à operação da usina hidrelétrica de Itupararanga no período de chuvas, com ações de segurança para o amortecimento das cheias, que vão desde estudos sobre condições meteorológicas e climáticas; previsões e simulações de cenários, até monitoramento 24 horas do nível do reservatório, balanço hídrico e acompanhamento frequente meteorológico buscando manter um volume de espera para o reservatório.

Cerca de 85% da população sorocabana é atendida pelas águas de Itupararanga. A principal função do reservatório, em períodos chuvosos, é a regularização da vazão do rio Sorocaba. E nos períodos de seca, controlar os níveis do reservatório de forma a garantir o abastecimento humano.

O barramento no rio contribui para que seja mantida uma vazão constante, evitando-se que as áreas a jusante da usina (para onde estão indo as águas) sejam alagadas. Para se ter uma ideia da importância dessa função, 90% das cheias são amortecidas pela barragem. A Votorantim energia realiza suas operações por meio de um cuidadoso monitoramento das condições físicas da usina, com vistorias constantes feitas pelo corpo técnico da companhia, reforçadas por inspeções frequentes de empresas especializadas, além das inspeções periódicas do órgão regulador (ANEEL).

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!