coletiva prefeituras

São Roque, Votorantim e Ibiúna definem medidas contra o coronavírus

A Prefeitura de Votorantim decretou situação de emergência na cidade. Entre as medidas adotadas foi proibido o corte do fornecimento de água e energia elétrica por 90 dias. Eventos com aglomeração de pessoas não serão autorizados. Também foram canceladas audiências públicas na Câmara Municipal.

prefeito de ibiuna joão mello

O prefeito de Ibiúna, João Mello, anunciou que se encontrou com comerciantes e dirigentes da Associação Comercial da cidade afinando ações de prevenção para conter possível transmissão do vírus. Determinou que os ônibus do transporte coletivo sejam higienizados e que seja oferecido álcool em gel aos passageiros.

prefeito de são roque claudio goes

Em São Roque, o Prefeito Claudio Góes decretou situação de emergência na cidade e anunciou o fechamento do comércio aos fins de semana. Também foi criado um comitê de combate ao covid-19. No decreto ficou determinado:

  • O fechamento dos estabelecimentos comerciais (lojas, shoppings, restaurantes e outros) aos sábados e domingos, com exceção de supermercados, mercados, mercearias e afins; farmácias; posto de gasolina e distribuidores de gás;
  • Manutenção das feiras livres, porém somente para venda de alimentos in natura (legumes, frutas, verduras e outros), ou seja, sem preparo e consumo no local;
  • Redução no horário de atendimento em todas as repartições públicas municipais (exceto áreas de saúde e segurança): de segunda a sexta-feira, das 10 às 12 horas;
  • Redução do número de pessoas nas salas dos velórios municipais, limitando para 10 por vez;
  • Suspensão dos eventos culturais, festivos, esportivos e educacionais em locais públicos ou privados;
  • Fechamento dos pontos turísticos;
  • Suspensão do estacionamento rotativo (zona azul);

O documento também contempla outras medidas técnico-administrativas do executivo, como suspensão das aulas nas rede de ensino; cancelamento ou adiamento dos eventos previstos até o dia 30/03; cancelamento das escolinhas, campeonatos e atividades esportivas; paralisação das atividades do CCI (centro de convivência do idoso); trabalho home office para servidores com mais de 60 anos ou grupos de risco (estabelecido no decreto).

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!