esdras

Sindicato se pronuncia contra a decisão de prefeito de Sorocaba

O Sindicato dos Médicos de Sorocaba e região se pronunciou sobre a decisão do prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga, de adotar o protocolo de prevenção à covid-19 com o uso de ivermectina e azitromicina e disse que vai protocolar um requerimento, na segunda-feira (22), na Secretaria Municipal de Saúde, solicitando detalhes sobre o tratamento precoce contra a covid-19 adotado pela administração municipal.

O presidente do sindicato, Eduardo Vieira, explica que o mesmo documento vai pedir que os médicos que atendem nas unidades básicas de saúde do município não sejam obrigados a prescrever os medicamentos, já chamados de kit contra o coronavírus.

As vereadoras Iara Bernardi e Fernanda Garcia e o vereador Francisco França, também acionaram o Ministério Público, pedindo que a medida da prefeitura seja investigada.

A farmacêutica norte-americana MSD, que produz a ivermectina, afirmou que ainda não há evidências de que o medicamento traga benefícios ou seja eficaz no tratamento da covid-19. Em um comunicado publicado, a empresa disse que não há base científica que indique efeitos terapêuticos contra o coronavírus nos estudos pré-clínicos já publicados.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!