baile-funk-na-quarentena-em-sorocaba

Sorocaba tem baile funk na rua durante o fim de semana.

Telespectadores da TV Sorocaba/SBT entraram em contato com a redação para denunciar aglomerações e pancadões no Residencial Carandá que fica na Zona Norte de Sorocaba.

Nos vídeos é possível ver diversas pessoas no meio da rua e nas calçadas. Existe também bebida alcoólica. Caixas de som instaladas em carros, que estão com os porta malas abertos, tocam música alta.

Da janela dos apartamentos os moradores do residencial também registraram o pancadão. Eles disseram que foi impossível dormir. A festa começou na noite de sexta-feira, terminou na manhã de sábado. Quando anoiteceu, tudo recomeçou e só terminou no domingo.

Segundo os moradores, equipes da Polícia Militar foram ao local, mas quando saiam, tudo começava novamente.

Por nota, a Prefeitura de Sorocaba informou que, na tentativa de coibir os “pancadões”, a Guarda Civil Municipal (GCM) e a polícia militar realizaram a “operação baile funk/pancadão” durante toda a madrugada nos bairros Paineiras, Vitória Régia, Habiteto, Nova Sorocaba e Conjunto Habitacional Carandá.

Foram apreendidos carros e motocicletas, todos removidos ao pátio, e lavradas autuações de trânsito. Qualquer cidadão pode denunciar os “pancadões” através dos números 153 da GCM e 190 da Polícia Militar.

A polícia militar também enviou uma nota:

“O sétimo batalhão de polícia militar do interior desenvolve ações e operações pontuais com vistas à manutenção da ordem pública, em especial relacionadas a aglomerações de pessoas, eventuais interdições de vias, veículos em direção perigosa, perturbação de sossego, entre outras no município de Sorocaba”.

Durante todo o final de semana, foram realizadas operações de preservação da ordem pública voltadas a proteção das pessoas, contudo o direito à locomoção é garantia constitucional cabendo a polícia militar a intervenção quando ocorre a prática de crimes e a aglomeração de pessoas por si só requer atenção, mas isoladamente não constitui ilícito passível de repressão imediata e, por esse motivo, com base no sistema de informações, a pm realiza operações nos locais e horários necessários.

A Policia Militar responde a outras demandas de ocorrências com critérios de prioridade, tendo de conciliar as operações e solicitações versando sobre diversos delitos com as perturbações de sossego causadas pelos “bailes funk” com interdição da via pública, atendendo prioritariamente aquelas que envolvam perigo à vida e a integridade física da pessoa humana.

Resultados operacionais somente deste final de semana:

Nos atendimentos, as demandas de competência da Polícia Militar são verificadas inclusive àquelas que envolvem veículos que por vezes são os ancoradouros dos equipamentos de som causadores da perturbação do sossego e, havendo descumprimento da lei, tais veículos são passíveis de recolhimento como foi o caso do último final de semana em que durante operação paz e proteção foram recolhidos veículos com equipamento de som e outros em situação irregular.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!