STF autoriza celebrações religiosas, mas Arquidioceses de Sorocaba mantém as portas fechadas

STF autoriza celebrações religiosas, mas Arquidioceses de Sorocaba mantém as portas fechadas

As celebrações religiosas de forma presencial estão liberadas, mas a igreja católica não irá retornar.

O ministro Nunes Marques concedeu liminar para autorizar celebrações religiosas presenciais. De acordo com o texto, celebrações presenciais é o reconhecimento do direito fundamental à liberdade religiosa e o princípio da laicidade do estado.

Mas a arquidiocese de Sorocaba entende que é preciso reconhecer a gravidade da emergência pandêmica, caracterizada por falta de leitos de enfermaria e de uti, riscos de falta de insumos e de medicação para intubação e colapso no sistema de saúde. “Os decretos de proibição das celebrações podem perder a sua legalidade, mas isso não faz com que o risco do contágio diminua. Infelizmente não há segurança sanitária para retomar as celebrações presenciais neste momento que registra uma média móvel diária de 2.800 mortes no Brasil”, diz o texto divulgado pela arquidiocese.

Por isso, a suspensão das celebrações presenciais na arquidiocese de Sorocaba permanece até um novo comunicado.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!