coletiva

Variante de covid encontrada em Sorocaba é mutação da sul-africana

Variante sul-africana do coronavírus foi oficialmente identificada pela primeira vez no Brasil. A variante foi encontrada em Sorocaba. A descoberta do instituto Butantan, com a USP e outras instituições de pesquisa aponta que essa variante é mais transmissível e tem maior capacidade de fugir do sistema imune.

O caso da variante foi identificado em 31 de março em uma mulher de 34 anos no bairro Paineiras, em Sorocaba. A mulher, o marido e os dois filhos tiverem a doença, mas a variante foi constatada apenas no teste da mulher.

O foco da pesquisa é fazer o sequenciamento de genomas da covid para entender a dinâmica e disseminação do vírus na população. O trabalho ainda relata que é difícil estabelecer com precisão a forma que a variante chegou em Sorocaba.

Agora, os pesquisadores seguem trabalhando para rastrear pessoas que tiveram contato com a paciente.

Acredita-se que é uma cepa importada, pois Sorocaba é uma área de indústrias com alto fluxo de pessoas. Porém a pesquisa afirma que apenas com mais isolados será possível confirmar a probabilidade de um evento de convergência.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!