Mesmo com greve anunciada, escolas estaduais retornam às aulas

Mesmo com greve anunciada, escolas estaduais retornam às aulas

Apesar de greve anunciada dos professores no estado de São Paulo a volta às aulas em escolas de Sorocaba foi normal na manhã desta segunda-feira (8).

Meia hora antes da abertura do portão, movimento tímido. Mais perto das 7 da manhã, os estudantes começaram a chegar em uma das escolas estaduais tradicionais de Sorocaba, Dr. Júlio Prestes de Albuquerque, o estadão. Todos os alunos tiveram as temperaturas aferidas na entrada da escola.

Neste momento, em cidades das fases vermelha e laranja, a presença é opcional e a capacidade máxima de 35%.

Antes do portão realmente abrir, alguns pais chegaram a desconfiar se poderia não ter aula. Isso porque última sexta-feira a Apeoesp, sindicato que representa os professores, anunciou que a classe entraria em greve, alegando falta de condições seguras para o retorno.

Também na sexta, o governo do estado informou que, em caso de eventuais faltas, o superior imediato iria analisar as justificativas. E disse que faltas não justificadas seriam descontadas do salário.

Na escola estadual Antônio Padilha, outra que fica no centro da cidade, um funcionário que recepcionou os alunos também afirmou que os professores estavam trabalhando normalmente.

Paula penha é integrante da coordenação da subsede Sorocaba da Apeoesp e disse que ainda não tem um percentual da adesão da greve na cidade. Mas reafirmou que, segundo a Apeoesp, não há segurança sanitária para o recomeço.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!