Restrição do atendimento presencial no Poupatempo

Já está valendo a restrição de atendimento presencial para coibir disseminação do coronavírus. Detran.sp, Poupatempo e centros de integração da cidadania vão priorizar serviços online.

A PRODESP – Empresa de Tecnologia do Governo de São Paulo – que administra o programa Poupatempo em todo o Estado, trabalha desde o início do anúncio da pandemia do coronavírus para informar e orientar a população e os seus colaboradores sobre as medidas preventivas de combate à doença.

Para impedir aglomerações e reduzir a chance de disseminação do novo coronavírus, estão sendo adotadas medidas para redução no fluxo de pessoas nas unidades do poupatempo. O anúncio das ações de restrição no atendimento presencial será detalhado nos próximos dias.

Desde o ano passado, o Poupatempo ampliou a oferta de serviços digitais, de sete para mais de 40. Os serviços estão disponíveis no portal do Poupatempo e podem ser solicitados sem sair de casa, totalmente online, pelo computador através do site www.poupatempo.sp.gov.br.

Importante destacar que os atendimentos nos postos estão mantidos.  No entanto, a recomendação neste momento é que o cidadão avalie a necessidade de atendimento para esses serviços.

A PRODESP também reforçou junto aos postos do Poupatempo a importância com a limpeza das instalações, a adoção de medidas de prevenção com os cuidados básicos de higienização das mãos e a disponibilização de álcool gel em todos os postos, tanto para os cidadãos quanto para os funcionários.

Para orientar os funcionários e a população foram instalados cartazes informativos em todos os postos do Poupatempo com o guia de prevenção e proteção da doença elaborado pelo Governo de São Paulo. Todas as informações estão disponíveis no site http://saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/.

Já a rede de restaurantes bom prato terá horário estendido para redistribuir o fluxo diário de atendimentos.

A regulação do fluxo de pessoas vai atingir todos os postos do Detran.sp, bem como as 72 unidades do Poupatempo, os 17 centros de Integração da Cidadania e os 58 restaurantes Bom Prato. A determinação é que os agendamentos deem prioridade a serviços digitais e que possam ser atendidos pela internet ou por correspondência.

Nos 58 restaurantes Bom Prato, a disposição de mesas e cadeiras será alterada para impedir que as pessoas se sentem muito próximas nos salões. Também fica suspensa a limitação de horários para servir cafés da manhã e almoços – as refeições serão servidas enquanto o estoque diário de cada unidade durar.

A medida não vale para servidores que atuam nas pastas de saúde, segurança pública e administração penitenciária, além de outros serviços essenciais – metrô, trens, ônibus metropolitanos, SABESP, Fundação Casa e IAMSP (instituto de assistência médica ao servidor público estadual).

“A prioridade absoluta do Governo de São Paulo é salvar vidas”

Declarou João Dória

Também a partir desta terça, museus, bibliotecas e centros culturais administrados pelo Governo do Estado ficam fechados por 30 dias. O Governador também estende a recomendação para fechamento de cinemas, teatros e casas de espetáculos pelo mesmo período.

Já os 153 centros de convivência do idoso – equipamentos do estado para acolhimento diário a pessoas com idade igual ou superior a 60 anos – ficam fechados por 60 dias.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!