homem de moto

Motos representam 80% das internações por acidentes no SUS

De um ano para o outro em todo o Estado, a redução de acidentes fatais foi quase nula. Em Votorantim, o número mais que dobrou. Os motociclistas são as principais vítimas da violência no trânsito. Eles são responsáveis por 80% das internações por acidentes no SUS.

Só no estado de São Paulo no ano passado foram 5.433 mil acidentes com mortes em ruas e rodovias, uma redução de 0,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os dados são do balanço anual do INFOSIGA, sistema de dados do Governo de São Paulo que traz estatísticas sobre acidentes de trânsito. Na região de Sorocaba foram 457 mortes em 2019, contra 463 no ano anterior, uma redução de apenas 1%.

Motociclistas lideram as estatísticas com 162 mortes. 141 pessoas morreram nos carros. Pedestres vêm logo depois, foram 93 mortes por atropelamento, seguido por ciclistas com 23 mortes. No levantamento do INFOSIGA, a única cidade da região que contabilizou aumento no número de acidentes fatais foi Votorantim, que em 2018 foram 7 mortes contra 15 em 2019. Um aumento de 114%.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!